Jalapão: um paraíso indescritível no Brasil

Dunas de areias alaranjadas, cânions imponentes, longas estradas de terra, lagoas com grutas escondidas, cachoeiras, e fervedouros de águas cristalinas te esperam em um dos destinos mais bonitos da região norte do País. Assim é o Jalapão, um território encantador, situado dentro de uma área de conservação no Tocantins.

O Parque Estadual, que se estende pelos municípios de Mateiros e São Félix do Tocantins, é o lugar perfeito para os amantes de ecoturismo. Com muita vegetação, clima de cerrado e paisagens fascinantes, não faltam atrações para quem quer curtir um contato íntimo e verdadeiro com a natureza. Portanto, dá só uma olhada no TANTO de coisa que tem pra fazer no Jalapão:

CONTEMPLAR O PÔR DO SOL DA PEDRA FURADA

Pedra Furada Jalapão
Saindo de Palmas, capital do Tocantins, um trajeto de 400km te levará até a região de ponte alta, onde é possível conhecer e admirar a incrível Pedra Furada, uma rocha de arenito com grandes buracos, que se transformam em verdadeiras janelas para o paraíso. Apesar de estar localizada dentro de uma propriedade particular, o acesso ao ponto turístico é gratuito e permitido.

Para chegar ao topo da pedra, é necessário realizar uma caminhada leve de dez minutos. E o que te espera no topo, é uma das vistas mais espetaculares da região. A dica aqui é ir no final da tarde, por volta das 17 horas, para contemplar um deslumbrante pôr do sol e a paisagem do serrado, com vista para o Morro do Chapéu. Em outras palavras, um verdadeiro show da natureza.

MERGULHAR NAS ÁGUAS TRANSPARENTES DA LAGOA DO JAPONÊS

Lagoa do Japones
Situada na Fazenda Sucuriú, a Lagoa do Japonês é parada obrigatória para quem quer aproveitar as diversas grutas de água azul transparente. De barco ou a nado, você pode descobrir cada cantinho desse lugar especial, cercado por uma natureza abundante.

Além das cores vibrantes da água, e da possibilidade de nadar com os peixinhos, o que encanta mesmo nesse verdadeiro oásis, são as grutas que cercam o local. E o melhor de tudo, é que você pode entrar e explorar cada uma delas, desde que acompanhado por alguém da equipe local.

SE AVENTURAR NO CÂNION SUSSUAPARA

Com um clima selvagem, o caminho para o Cânion Sussuapara, é trilhado através de uma pequena fenda, com goteiras das veredas e samambaias pingando o tempo todo do alto dos cânions, em um ambiente verde intocado. E no final do cânion, uma surpresa refrescante: uma deliciosa queda d’água, apelidada de cachoeirinha dos desejos.

LEIA TAMBÉM: Conheça as melhores praias de rio no Brasil

ADMIRANDO A IMENSIDÃO DAS DUNAS ALARANJADAS

Dunas Jalapão

Localizadas dentro do Parque Estadual do Jalapão, no município de Mateiros, estão as famosas dunas de areias alaranjadas, que embelezam o clima do cerrado. O caminho para as dunas reserva diversas paradas emocionantes, você pode admirar a Serra do Espírito Santo, e o monte do Saca Trapo em pontos estratégicos do trajeto.

O Jalapão já é um verdadeiro sonho, mas os visitantes não se contentam com pouco. Por isso, bem como a cachoeirinha dos desejos, foi criada uma árvore dos desejos no local, onde você amarra uma fitinha colorida e faz o seu pedido. (Será que é pedir muito se transportar pra lá agora?)

Do alto das dunas, é possível observar uma paisagem sensacional enquanto explora toda aquela imensidão. Juntamente com a Pedra Furada, é um lugar perfeito para admirar o sol se pondo.

CONQUISTAR O PICO DA SERRA DO ESPÍRITO SANTO


O platô de arenito, que se complementa com uma pirâmide em uma de suas pontas, é um dos lugares mais emblemáticos do Jalapão, e um verdadeiro retrato da beleza do cerrado brasileiro. Acredita-se que a formação tenha dado início às famosas dunas, por conta da ação do vento na pedra.

Sobretudo, para quem quer se aventurar, é possível escalar até o pico da formação rochosa, em uma trilha de 50 minutos. O ideal é realizar o passeio logo no início da manhã, para observar o nascer do sol do alto da serra.

EXPLORAR OS ESPETACULARES FERVEDOUROS DO JALAPÃO

Provavelmente a atração mais conhecida e cobiçada do destino, os extraordinários fervedouros encantam turistas de todo o mundo. Os locais se formam nas nascentes dos rios, de forma subterrânea, formando uma espécie de ‘piscina natural’, de água azul, cercada de árvores. Em síntese, um contraste encantador.

Contudo, o que deixa o lugar ainda mais fascinante, é que é impossível afundar na água. Não por conta da profundidade, mas por conta da pressão exercida pela água do lençol freático, fazendo com que você tenha uma sensação de estar ‘flutuando’ sob às águas, o tempo todo! Como resultado, você tem uma sensação indescritível. Existem mais de 100 fervedouros na região, mas os principais são:

  • Fervedouro do Ceiça – o mais antigo da região.
  • Fervedouro do Rio Sono.
  • Fervedouro dos Buritis – possui formato de coração.
  • Fervedouro Bela Vista.
  • Fervedouro do Alecrim.


LAVAR A ALMA NA CACHOEIRA DA VELHA

A maior, e uma das mais visitadas do Parque Estadual do Jalapão, a cachoeira da Velha possui 15 metros de queda d’água potente. Banhada com as águas do Rio Novo, um dos mais potáveis do mundo, é possível praticar rafting, tomar um refrescante e renovador banho de cachoeira, ou apenas relaxar nesse local.

Além disso, é possível admirar toda a força da natureza pelo mirante construído no local, ou por uma passarela que atravessa a cachoeira, possibilitando uma visão diferente do espaço.

COMO CHEGAR AO JALAPÃO


Para quem vem de outros estados, é importante ressaltar que não há aeroportos próximos ao destino. Contudo, a rota mais indicada para quem chegar a este paraíso, é através do aeroporto de Palmas (TO). Após a chegada ao aeroporto, é necessário realizar um trajeto de aproximadamente 300km até Ponte Alta ou Mateiros, onde você poderá dar início a sua aventura.

Mas é importante ressaltar que alguns trechos são percorridos em estradas de terra, por isso, é recomendado que você faça a rota em um veículo 4X4.

Precisando alugar um carro? A Movida e o Pinguim te ajudam!

MELHOR ÉPOCA PARA CONHECER O DESTINO

Antes de mais nada, saiba que é possível visitar o Jalapão em qualquer época do ano. Contudo, é importante se preparar para o calor, visto que a temperatura média da região é de 30 graus Celsius durante o ano inteiro. Por outro lado, você pode basear a escolha da data da sua viagem pensando se prefere visitar o destino durante a época da seca (de maio até setembro), ou na temporada de chuvas (de outubro até abril). Ambas possuem suas vantagens e desvantagens.

Se preferir ir na época da seca, você irá se deparar com paisagens mais alaranjadas, bem em clima de cerrado, além de um pôr do sol ainda mais bonito. Já durante a época de chuva, o ar fica mais úmido e agradável, e a vegetação estará mais verde e abundante.

Por fim, para aproveitar e conhecer bastante do Jalapão, é sugerido que você fique pelo menos cinco dias no destino, até porque as atrações possuem uma certa distância umas das outras. Então, é só escolher bem o melhor roteiro pra você, e aproveitar as dicas desse post!

OFERTA – SOAR PARADISO: JALAPÃO, O CORAÇÃO DO BRASIL

Conclusão: dá vontade de conhecer todos os encantos do Jalapão, né? Definitivamente, a região surpreende todos aqueles que tem o privilégio de visitá-la. Em suma, inúmeras experiências únicas e admiráveis podem ser vivenciadas no destino. Então tá esperando o que pra colocar o Jalapão na sua lista de lugares para conhecer? Corre lá no meu aplicativo e coloca o destino na sua wishlist! Por fim, você ainda pode conferir avaliações e mais dicas que outros viajantes deixaram sobre o destino.

 

App Pinguim

Instale o app e tenha a sua viagem - e a sua comunidade viajante - na palma da sua mão!

O Pinguim conecta viajantes a destinos e comunidades com interesses comuns para promover experiências únicas. No Pinguim, a gente viaja junto! Bora?